"o resto é mar. é tudo o que eu não sei contar..."

13 julho 2010

Veja, Margarida




Essa canção do Vital Farias eu conheci menina. Meu pai ouvia essa música e ela me fazia imaginar coisas estranhas, como no trecho "eu não quero ver você com esse gosto de sabão na boca". Aí eu imaginava a cara da gente quando come sabão :D ... Acho que foi até por essa música (e várias outras) que nutri o gosto pela literatura, pelas imagens produzidas pelas palavras. Mas depois eu cresci e comecei a tentar entender um pouco da letra, do lirismo das despedidas, do amor cansado, das esperanças de vida...

Eu vou partir, pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

Veja você, arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Com esse gosto de sabão...na boca
Arco-íris já mudou de cor
E uma rosa nunca mais desabrochou
E eu não quero ver você
Eu não quero ver...

Veja meu bem, gasolina vai subir de preço
E eu não quero nunca mais seu endereço
Ou é o começo do fim...ou é o fim...

Eu vou partir, pra cidade garantida, proibida
Arranjar meio de vida, Margarida
Pra você gostar de mim

Essas feridas da vida Margarida
Essas feridas da vida, amarga vida
Pra você gostar de mim

Canção lançada no LP Taperoá - 1980.

E depois, muito tempo depois, só recentemente, pra não dizer há uns vinte dias (rsrsrs), descobri esse poema do Paulo Leminski: lindo, cheio do colorido da margarida e do amargor da vida:

você me amava
disse
a margarida

a margarida
é doce
amarga a vida

Poema que compõe o livro Caprichos e Relaxos - 1983.

2 comentários:

jaqueline disse...

adoro esse poema desde a escola.Meu professor de literatura passou e foi ´paixão a primeira vista

Anônimo disse...

Não é que depois de de escrever na página do Bloco Eu sou eu, jacaré é bicho d'água com Leminski e Vital Farias, buscando uma margarida, cheguei nessa sua linda página.

Como o acaso nunca é por acaso, fica o convite para a festa da primavera dia 17 de setembro em Vila Isabel a céu aberto.

Sergio Rosa

www.jacare.blog.br