"o resto é mar. é tudo o que eu não sei contar..."

12 dezembro 2010

fotos na estante

video

Sem mais nem menos
Sem remédio, sem desculpa
Em horas tortas
Horas tímidas, ocultas
Pelas esquinas
De olhares indiscretos
O nosso amor
Amor claro de objeto
Sem dor ou crime
Amor simples e direto
Entre os pássaros de barro descansando na estante
Pelas costas amarelas dessas fotos insinceras
Descobri lindas mentiras tão terríveis quanto belas
Digo o que fazer então, são memórias tão reais
Do que nunca aconteceu

Desenhei miragens tolas
Nas margens do seu deserto
E uma verdade impossível
Só pra ter você por perto.

Skank

Um comentário:

Mariucha disse...

Lindo...O Amor é algo simples e as pessoas insistem em complicar.Você, como sempre, tocando a alma da gente com palavras tão belas.